Amigas que me visitam !!

terça-feira, 6 de julho de 2010

- Uma toalha e sua História

Uma toalha e sua história!!!

Sim, sim!!!

Tudo tem uma historia. E certos objetos dão voltas e mais voltas.

Em 1967 os meus tios e padrinhos - Clarinda e Manuel - ela irmã da minha mãe e ele irmão do meu pai, vieram a Portugal pela primeira vez desde que imigraram para no Brasil em 1954, salvo engano.

A minha tia quando cá chegou comprou duas toalhas iguais, brancas, com trabalhos em relevo, tipo adamascado, sem o ser. Uma das toalhas foi oferecida à mãe da minha tia, minha avó materna, e a outra foi oferecida à mae do meu tio, minha avó paterna. ( está um bocadinho confuso, mas já chego lá).

As minhas avós já partiram, sendo que do lado materno, sobrou a toalha, guardada por uma tia paterna, que no ano passado deu-ma, já que pela lado materno sou a única neta a estar em Portugal.

Contudo, como tenho a minha prima Maria Lúcia no Brasil, filha da tia Clarinda, que deu a toalha a nossa avó materna, achei que essa toalha devia ir para a Lúcia e assim, quando o meu irmão e cunhada cá estiveram no verão passado, pedi para que entregassem a toalha à nossa prima-irmã, já que nossos pais são irmãos, assim como nossas mães.

Eles entregaram, mas não explicaram porque eu estava enviando a referida toalha. Assim, quando agora em março passado estive lá, expliquei à minha prima toda a história.

Por sua vez, ela, uma exímia crocheteira, fez um lindo barrado na toalha e hoje recebi as fotos,
que agora mostro.

Esta é a história de uma toalha com mais de 40 anos.


o canto da toalha


detalhe da toalha.

10 comentários:

http://creativiteaufeminin.skynetblogs.be disse...

E verdade que todas as coisas teem ume historia e gosto muito desta. A renda é muito bonita e deve acabar muito bem a toalha
Ja nao sei comme cheguei até aqui.

Sonia Facion disse...

Oi Fiomena!!!!

Como é bom recordar e o mais importante é ter recordaçaões, não é?

Lindo bico com certeza.

Estou terminando de bordar um biscorno com seu esquema, assim que tiver acabado posto e te aviso.

Bjks

Sonia

Onilda e Maria Isabel disse...

Oiii Filomena!!!
Uma linda história!!!
È tão bom termos coisas boas para recordar.
Uma boa semana.
Beijos

ABOBORINHA MADURA (Helena) disse...

Olá Filó

Há peças que nos trazem tantas recordações e esta toalha é uma delas. Agora já tem um "acrecente" na história: um lindo picot, para a valorizar ainda mais.
Beijinhos
Helena

Manuela disse...

Olá Filomena

Muito bonita a renda da toalha e o fio parece que brilha, uma renda simples e como fica girissíma.
Para além disso tem um valor estimativo.

Manuela

ASAS disse...

È mesmo muito valioso ter histórias pra contar, me encanto... ficou ainda mais linda!

Silvia disse...

oiii!!
Tambem acontece comigo.. as vezes abro e não aparece as fotos.. tenta vir amanha ou outro dia acredito que ja consiga ver!
Gostei da historia e se não fala-se nem iria saber que a toalha tem tantos aninhos pois esta novinha e lindaaa!!
Nã vejo a hora de ir de ferias!! so em agosto!!
beijinhos

Cecilia e Helena disse...

Olá, Maria Filomena!
Que bom que você nos achou, porque estou a-man-do seu blog!
Essas histórias de família são maravilhosas. De vez em quando conto algo assim no blog e digo que são "elucubrações". O avô paterno da Helena era português de nascimento, naturalizado brasileiro por causa do trabalho; mas até o fim manteve seu sotaque português, apesar de haver chegado ao Brasil com 9 anos. Uma pessoa extremamente doce.
Virei visitá-la sempre. Amo Portugal e sua gente (no final do ano passado estive no norte e escrevi sobre isso - Afonso Henriques, meu herói!).
Um abraço da Cecilia (mãe da Helena).

Rosa Goncalves disse...

Olá , adorei a sua toalha na linda história, quase tudo tem história, o bico da renda é muito bonito, adorei, tbem adorei chegar até aqui e conhecer seu cantinho e ao mesmo tempo reparei que somos visinhas, amiga é de Setúbal? eu sou do pé de Ourique, fiquei feliz por ter aqui chegado, vou ser sua seguidora para poder aqui voltar, parabéns aos seus trabalhos, jinhosss faça uma visita,, Rosa

Anónimo disse...

What charming topic