Amigas que me visitam !!

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

- Uma Grande Brasileira e Cidadã do Mundo



Com a autorização
da Luciane do blog
minha casa meu mundo

transcrevo abaixo o artigo que a Luciane escreveu sobre essa grande Brasileira,
cuja vida perdeu-se com milhares de haitianos na tragédia do terremoto....


Quem sabe agora o Mundo se lembre de quem foi a Dra. Zilda Arnes!!!!






""Hoje chorei muito com a notícia da morte da Dra. Zilda Arns, no terremoto que destruiu o Haiti na noite de ontem. Fiquei chocada. Para mim pessoas santas como ela não morreriam jamais. Mas compreendi que ela morreu fazendo aquilo que mais amava em sua vida, em uma Igreja proferia uma palestra sobre sua obra.
Não tenho muito a dizer, porque tudo já foi dito sobre esta Senhora que é amada em todo o Brasil, mas especialmente em sua terra de adoção, Curitiba.
Nunca tive a oportunidade de conhecer a Dra Zilda Arns, tive a oportunidade de conhecer e conviver com alguns de seus sobrinhos e sei que na vida privada a Dra Zilda era tão especial quanto aquela que conhecemos na vida pública.
O corpo da Dra Zilda Arns foi encontrado e é esperado em Curitiba por seus familiares. O velório será realizado na sede da Pastoral da Criança, em Curitiba (no bairro Mercês), e o enterro no Cemitério do Água Verde.

É importante que seja dada continuidade aos trabalhos da Pastoral, que atende hoje quase dois milhões de crianças e gestantes pobres, em quatro mil municípios brasileiros.
Atualizando:
Para quem não conhece o trabalho da Dra Zilda e sua Pastoral da Criança, leia mais AQUI
E saibam, aqui em casa tanto a Tóia quanto a Bea tomaram a multimistura.
***
Chorei não apenas pela morte da Dra Zilda Arns, mas ainda pelos milhares de haitianos que faleceram e tantos outros que estão feridos ou desabrigados. Chorei pelos militares brasileiros que morreram cumprindo seu dever. Chorei pela pobreza crônica, pelo desamparo.
Fiquei orgulhosa pelo meu país que, até agora, foi o maior doador ao Haiti, um país pobre, muito pobre, de uma pobreza que nem somos capaz de imaginar.
***
Espero que dias melhores venham neste 2010, porque nesta primeira quinzena só temos grandes desgraças.
***
Beijos
Lu """


Quem sabe agora,
com o choque de mais esta tragédia,
o Mundo A C O R D A
e ajude maciçamente esse Povo tão Sofrido.......

8 comentários:

Sonia Facion disse...

Oi Filomena!!!

Como é difícil a gente entender poque essas coisas acontece de maneira tão trágica.

Um pais inteiro em destroços e vidas ceifadas de maneira tão triste e sem nexo.

Só nos restas pedir a Deus que tenha misericórdia daquele povo e dos nosos queridos brasileiros que perderam seus entes queridos ali.

Bjks

Sonia

Nile e Richard disse...

Pois é Filomena.
Estes terremotos destroiem muit e trazem muitoas tristezas.
Sigo viagem para Curitiba me despedir da nossa querida Zilda.
Que Deus á receba no reino da glória.
Descu´pe-me amiga,estou muito triste.
bjtos.Nile.

cristina vilela disse...

Oi filomena...fiquei triste tambem com sua morte...meu filho mais velho tambem tomou a multi mistura...e nós precisamos rezar muito...pois esta acontecendo muitas coisas horriveis em todos os paises...precisamos rezar...e muito...beijos

Rosaluz disse...

Oi, Filomena. Muito propícia essa postagem não tivemos um bom inicío de ano .
Primeiro o desmoronamento em Angra agora essa catástrofe no Haiti, vamos rezar pelos Haitianos e por nossa querida pediatra e sanitarista Zilda Arns Neumann.

Juliana Noronha disse...

Olá Filomena,
compartilho com você a dor desse momento.
A Zilda é realmente uma pessoa iluminada. Cabe a nós todos que seu trabalho continue.

Um grande abraço

helena disse...

É difícil compreender a enormidade do que aconteceu! Um horror!

Rúbia. Arte é vida. disse...

Uma perda muito grande para nos brasileiros, a Dr. Zilda sempre foi uma lutadora.
Que Deus esteja com tds estas familias q sofrem pela perda de seus entes queridos, pois o Haiti já é um pais tao sofrido.
Mas Deus sempre sabe oque faz.

Xunandinha disse...

Oi,Filomena, também eu fiqei chocada com todo este horror,parece impossivel ,é nestes momentos que se não tivesse filhos partiria sem olhar para trás para ajudar toda as pessoas que lá estão.
BEIJOKAS!